Haddad abre fogo contra Bolsonaro: ‘sua família desviava e lavava dinheiro público’

O ex-prefeito Fernando Haddad (PT), pelo Twitter, disparou contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em resposta a Bolsonaro, que se referiu a ele como “o outro cara”, Haddad disse que enquanto a família do presidente da República desviada dinheiro público ele, então ministro da Educação, abrir as portas da universidade para jovens de todas as classes sociais.

“Eu fui para o segundo turno com o outro cara, disputando a Presidência”, disse Bolsonaro na live desta quinta-feira (6) à noite. “Imagina se aquele cara tive ganho. Se acha que ele estaria apoiando essas medidas ‘fecha tudo, fica em casa, multa quem tá na rua, algema quem tá na praia’ ou estaria fazendo a política semelhante a nossa?”, disse o presidente, ao tentar justificar o genocídio do governo durante a pandemia do novo coronavírus.

Aí Fernando Haddad foi didático na resposta:

“Deixa eu te explicar Jair Bolsonaro: enquanto sua família desviava e lavava dinheiro público, o outro cara abria as portas da universidade para jovens de todas as classes sociais”, detonou o petista.

LEIA TAMBÉM

Eduardo Bolsonaro e Ciro Gomes batem boca por causa da pandemia de Covid-19

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) bateu boca com o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) por causa da pandemia de Covid-19. O palco foi o Twitter.

Ciro disse que a pandemia deveria ser enfrentada com isolamento social radical, opinião que as principais autoridades de saúde do mundo concordam.

Mas o clã Bolsonaro é adepto de negacionismo, e Eduardo Bolsonaro retrucou:

“Para quem não curte Bolsonaro, imagina se fosse o Coroné o presidente… ‘Pandemia deve ser enfrentada com ‘isolamento social radical’, afirma Ciro Gomes’.”

Ciro, que não leva desaforo para casa, retrucou:

“Você e seu pai negaram a ciência e produziram quase 100 mil mortes de brasileiros. Você e seu pai abandonaram as empresas e os trabalhadores, aprofundando o desemprego. Quando eu for presidente, além de salvar vidas e gerar emprego, vou trabalhar para colocá-los na cadeia!”

Uma coisa Ciro deixou bem clara: ele deseja e tem fé de que será eleito presidente. Isso é um bom sinal. O combate ao bolsonarismo é normal e previsível. Mas se ele acalente o sonho de governar o país, deveria se esforçar para não bater portas na cara de prováveis aliados.

Robôs bolsonaristas pregam boicote ao PayPal para salvar Olavo de Carvalho

A PayPal é uma empresa de pagamentos pela internet que, após ser advertida pelo Sleeping Giants, encerrou a conta do guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho.

Olavo usava o serviço para receber pelos “cursos” que ministra para os militantes da extrema-direita. O Sleeping Giants é uma iniciativa que visa combater as “fake news” desmonetizando os canais de gente como Olavo, Sara Winter, Allan dos Santos e assemelhados.

Ao ter sua conta fechada pelo PayPal, Olavo terá dificuldades para receber pelo seu trabalho. Este serviço não é o única forma de receber pagamentos de outros países, mas o cancelamento pode ser o primeiro de vários, dificultando a vida de Olavo.

Enfim, os bolsonaristas não gostaram da decisão e estão pregando um boicote ao serviço.

O deputado Eduardo Bolsonaro é um dos que estão puxando o boicote:

“Após pedido da esquerda, a plataforma financeira @PayPal_BR excluiu o Professor @opropriolavo alegando conteúdo inadequado. Tal ato vergonhoso acaba com a fonte de renda honesta do Professor Olavo e cala liberdade de expressão. Reveja a decisão, @PayPal.”

Outras postagens vão no mesmo sentido:

“@PayPal_BR atendeu ao pedido dos anônimos do Sleeping Giants e BLOQUEIU Olavo de Carvalho. Solicito que todos que usam o serviços da PayPal que BLOQUEIEM JÁ e mudem para PagSeguro, já que eles coloboram com boicote, vamos boicota-los.” Diz a Voz para Bernardo Kuster.

Os bolsonaristas estão levando mesmo a sério a questão. Tanto é que o exército de Robôs foi mobilizado e a hashtag #BoicotePayPal é o assunto mais comentado do Twitter nesta tarde de quinta-feira (6).

O próprio Sleeping Giants Brasil se manifestou sobre os ataques:

“Robôs estão tentando atacar a empresa que aplica os seus termos de uso (diferentemente de algumas) e ajuda a democracia. Por isso vamos ajudar a subir #ParabensPaypal?! ✊🏽#SleepingGiantsBrasil”

A iniciativa do Sleeping Giants é bacana, mas o ponto central das “fake news” que é o impulsionamento, o chamado Gabinete do Ódio. Para isso, é preciso que as redes sociais, em especial o Twitter e o Whatsapp, decidam cancelar as contas falsas, os ditos “robôs”.

Se esse exército não for combatido, as mentiras e os ataques continuarão a ser distribuídos e impulsionados como se fossem verdades.