Eduardo Bolsonaro e Ciro Gomes batem boca por causa da pandemia de Covid-19

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) bateu boca com o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) por causa da pandemia de Covid-19. O palco foi o Twitter.

Ciro disse que a pandemia deveria ser enfrentada com isolamento social radical, opinião que as principais autoridades de saúde do mundo concordam.

Mas o clã Bolsonaro é adepto de negacionismo, e Eduardo Bolsonaro retrucou:

“Para quem não curte Bolsonaro, imagina se fosse o Coroné o presidente… ‘Pandemia deve ser enfrentada com ‘isolamento social radical’, afirma Ciro Gomes’.”

Ciro, que não leva desaforo para casa, retrucou:

“Você e seu pai negaram a ciência e produziram quase 100 mil mortes de brasileiros. Você e seu pai abandonaram as empresas e os trabalhadores, aprofundando o desemprego. Quando eu for presidente, além de salvar vidas e gerar emprego, vou trabalhar para colocá-los na cadeia!”

Uma coisa Ciro deixou bem clara: ele deseja e tem fé de que será eleito presidente. Isso é um bom sinal. O combate ao bolsonarismo é normal e previsível. Mas se ele acalente o sonho de governar o país, deveria se esforçar para não bater portas na cara de prováveis aliados.

LEIA TAMBÉM
Viés ideológico: Ministério de Damares prepara cartilha para ‘fortalecer’ o casamento

Efeito Bolsonaro-Guedes: Desemprego sobe para 13,3% no trimestre

João Doria tenta se descolar de secretário preso pela Lava Jato

Desembargador que humilhou guarda municipal volta ser flagrado sem máscara na praia