Cuba anuncia testes em humanos de sua vacina contra o novo coronavírus

Instituições científicas de Cuba iniciarão testes clínicos de uma vacina contra o novo coronavírus na próxima semana, segundo informação da Prensa Latina divulgada na terça-feira (18).

Os ensaios serão realizados entre 24 de agosto e 11 de janeiro, com os resultados disponíveis em fevereiro de 2021. A vacina está sendo produzida pelo renomado Instituto Finlay em Havana.

O Registro Público de Ensaios Clínicos de Cuba e o Centro de Controle Estatal de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos anunciou a autorização para iniciar os testes em humanos da vacina cubana contra o coronavírus.

A partir da próxima semana, o governo vai iniciar o recrutamento de forma voluntária de 676 moradores da ilha, com idade entre 19 e 80 anos, que vão testar a vacina, nomeada de “Soberana 01”.

Essas pessoas não devem ter “alterações clinicamente significativas” e devem dar seu consentimento por escrito para receber a dose, disseram as autoridades.

A conclusão do estudo está prevista para 11 de janeiro e os resultados ficarão prontos em 1º de fevereiro de 2021 e publicados em 15 de fevereiro.

LEIA TAMBÉM:

Carla Zambelli é diagnosticada com covid-19 e diz que fará tratamento com hidroxicloroquina

Lava Jato deflagra 72ª fase de olho na política

Polícia Federal de Londrina investigou o Sleeping Giants Brasil

Com 11 milhões de habitantes, a ilha socialista conseguiu atuar com eficácia no combate a pandemia do novo coronavírus, com 3.408 casos, 88 mortos e 2.794 curados até a última segunda-feira (17).

Além do esforço cubano, vários países estão pesquisando uma vacina contra o coronavírus, entre eles Rússia, China, Estados Unidos e Reino Unido.

*Com informações de Prensa Latina