Bolsonaro diz que Justiça ficou mais produtiva com saída de Moro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (27), durante sua live semanal, que o Ministério da Justiça ficou mais produtivo com a saída de Sérgio Moro.

O ex-juiz da Lava Jato deixou a pasta no dia 24 de abril, após a exoneração do braço direito dele, o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

Para o Bolsonaro, nos últimos 4 meses o Ministério da Justiça começou a trabalhar mais nesse período em que o órgão passou a ser comandado por André Mendonça.

“Você viu como o Ministério da Justiça começou a trabalhar mais agora, depois de 4 meses?”, perguntou o presidente. Bolsonaro se referia ao aumento de operações de combate às drogas.

A ministra Damares Alves, presente na live, disse que a PRF (Polícia Rodoviária Federal) também está atuante. Segundo ela, inclusive na luta contra a pedofilia.

O ex-ministro Sérgio Moro ficou com as orelhas vermelhas por causa das críticas.

Na live, como dantes, Bolsonaro e Damares defenderam o uso precoce da hidroxicloroquina no tratamento do novo coronavírus.

LEIA TAMBÉM

  • STF anula processo julgado por Sergio Moro
  • Crusoé: revista de “Moro” ataca Bolsonaro
  • Bolsonaro sente o ‘bafo quente’ de Moro na nuca, diz Paraná Pesquisas
  • Robôs bolsonaristas atacam ministro Luís Roberto Barroso do STF

    Qualquer figura pública que tenha coragem de criticar o presidente Bolsonaro ou questionar suas atitudes logo vira alvo de ataques coordenados dos robôs bolsonaristas no Twitter.

    Com o ministro Luís Roberto Barroso do Supremo Tribunal Federal não está sendo diferente. O ministro disse ontem que “a democracia vem sendo atacada pelo presidente, mas segue resiliente”; e completou dizendo que O Brasil tem um “presidente que defende a ditadura e a tortura, e ninguém defendeu solução diferente do respeito à liberdade de expressão”, disse Barroso.

    Os robôs não perdoam e hoje eles subiram a hashtag: #BarrosoPalhaço

    Só baixaria. Confira: