Bolsonaro compartilha ‘jornalismo chapa branca’ da TV Bandeirantes; assista

O presidente Bolsonaro compartilhou um comentário do jornalista Milton Ribeiro no telejornal Band Cidade da emissora de TV Bandeirantes.

Ribeiro trata Bolsonaro como um santo injustiçado cujos poderes foram cerceados pelo Supremo Tribunal Federal e pelo Congresso Nacional. Isso, segundo ele, resultou em pobreza, miséria, suicídio, empresas fechando as portas, pedofilia, presos sendo libertados, tudo em nome do Coronavírus.

O jornalista lembrou que o presidente Bolsonaro sempre foi contra o ‘lockdown” e defendia o isolamento vertical desde o início, mas foi ignorado pelo STF com o apoio da ‘Rede Goebbles’ (Globo?).

Assista à fala do jornalista mais bolsonarista que o próprio Bolsonaro:

Milton Ribeiro ainda defendeu a hidroxicloroquina, chamou o ex-ministro Mandetta de marqueteiro e arrematou com uma pérola: “se o que o presidente pregava e prega nunca foi praticado, como é que ele pode ser culpado pelas 100 mil mortes?”

Essa questão é bem fácil de se responder. A irresponsabilidade do presidente levou milhões de brasileiros a agirem de maneira irresponsável contribuindo para a disseminação do Coronavírus. O exemplo do desrespeito às medidas sanitárias partiu de Bolsonaro, o que torna difícil exigir dos cidadãos comuns que tomem as precauções para impedir o contágio. Fica a dica.

Vale lembrar que o bolsonarismo não é unânime na rede Bandeirantes. No mês de junho, o programa ‘Aqui na Band‘ saiu do ar e teve seus apresentadores Luís Ernesto Lacombe e Nathália Batista, além do diretor-geral Vildomar Batista, demitidos.

O motivo teria sido o bolsonarismo explícito que pautava a atração. Jornalistas como Fernando Mitre, que é atual diretor nacional de jornalismo da Rede Bandeirantes, sabem que ser ‘chapa branca’ pode ser fatal para a credibilidade jornalística.

LEIA TAMBÉM
‘Bolsonaro sob os signos da predação e do mal’, segundo o líder do PT na Câmara

Putin jura que a Rússia já tem a vacina contra a Covid-19

Sem máscara, Bolsonaro recebe presidente da Paraná Pesquisas [também sem máscara]