Novo ministro vai retomar a palmatória na educação brasileira?

O novo ministro da Educação de Bolsonaro, Pastor Milton Ribeiro, nem bem foi nomeado e já enfrenta fortes críticas no meio político e da educação nacional.

O motivo são suas ideias obscurantistas acerca dos métodos educacionais. Um vídeo circula na internet com uma fala do Pastor defendendo castigos físicos como incentivo ao aprendizado das crianças. Seria a volta da palmatória nas salas de aula?

O internauta Raphael Heide compartilhou o vídeo com a fala de Ribeiro e comentou:

“Novo Ministro da Educação, o professor e pastor Milton Ribeiro, mostra como “educar” uma criança num vídeo chamado A Vara da Disciplina.”

Para quem não sabe, a palmatória era um instrumento feito para os professores baterem na mão das crianças no caso de indisciplina… Daí vem a expressão, “dar a mão a palmatória”, que significa reconhecer que está errado. Essa é uma palmatória, hoje peça de museu:

A deputada Talíria Petrone (PSOL) escreveu:

“Bolsonaro nomeou hoje o pastor presbiteriano Milton Ribeiro como ministro da Educação. Nenhuma surpresa: mais obscurantismo, negacionismo da ciência e austeridade nos investimentos. Novamente reafirmamos que só a luta muda a vida!”

Orlando Guerreiro compartilhou uma frase do Pastor Ministro:

“Não estou aqui dando uma aula de espancamento infantil, mas a vara da disciplina não pode ser afastada da nossa casa”. Milton Ribeiro ( Ministro da educação do patético governo Bozo)

E o jornalista Ricardo Noblat também compartilhou uma frase do Pastor:

“Deve haver rigor, severidade. E vou dar um passo a mais, e talvez algumas mães fiquem com raiva de mim, desculpem: deve sentir dor.” (Milton Ribeiro, pastor evangélico, o novo ministro da Educação, sobre como educar a maioria das crianças)

Até agora, só quem gostou da nomeação foram os donos e mantenedoras de Universidades e Escolas particulares. Ribeiro é vice-reitor de uma Universidade Privada.

Com esse tipo de mentalidade, só podemos temer pelo futuro das crianças do Brasil.

LEIA TAMBÉM

Bolsonaro nomeou o Pastor Milton Ribeiro para o ministério da Educação

O presidente Bolsonaro comunicou pelo Facebook que nomeou o Pastor Milton Ribeiro para o ministério da Educação.

Bolsonaro escreveu:

– Indiquei o Professor Milton Ribeiro para ser o titular do Ministério da Educação.
– Doutor em Educação pela USP, mestre em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e graduado em Direito e Teologia.
– Desde maio de 2019, é membro da Comissão de Ética da Presidência da República.”

Ele é advogado e membro da Comissão de Ética Pública da Presidência. Milton Ribeiro já aceitou o convite e vai assumir o cargo nessa tão maltratada área do governo.

Ribeiro é doutor em educação da USP (Universidade de São Paulo), mestre em direito constitucional pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e especialista em Administração Acadêmica pelo CRUB (Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras) com estágio em Joplin, Universidade do Estado de Kansas.

Ribeiro é pastor e atua no Conselho Deliberativo no Instituto Presbiteriano Mackenzie. É ex-reitor em exercício e ex-vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Com informações do R7.