Jair Bolsonaro era o ‘Rei da Rachadinha’ na Câmara, diz Folha

Publicado em 5 julho, 2020

Reportagem da Folha de S. Paulo, deste domingo (5), aponta o então deputado Jair Bolsonaro como o ‘Rei da Rachadinha’ nos 28 anos que ele atuou como deputado federal (1991 a 2018).

O jornal resgata as fortes movimentações de funcionários, entre demissões e recontratações, com aumentos e diminuições de salários, durante o período –prática hoje proibida na Câmara.

.

Há também contratações cruzadas com os filhos o então deputado estadual Flávio Bolsonaro, na Alerj, e Carlos Bolsonaro, vereador no Rio.

A Folha desta três personagens emblemáticas nas rachadinhas, Marselle Lopes Marques, uma das filhas do ex-assessor Fabrício Queiroz, Wal do Açaí (Walderice Santos da Conceição) e Patrícia Cristina Faustino de Paula. Elas são investigadas pelo Ministério Público do Rio.

As três têm conexão entre pai e filhos Bolsonaro. Elas participaram de uma ‘montanha-russa funcional’ atípica com exonerações, readmissões, corte e aumento de salários.

.

Segunda a Folha, Bolsonaro realizou 18 exonerações e recontratações no mesmo dia. Isto, afirma a reportagem, era para garfar o 13º salário proporcional e indenização por férias.

O Globo, em reportagem de 2019, mostrou que o clã Bolsonaro —Jair e seus três filhos políticos, Flávio, Carlos e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)— contratou, desde os anos 1990, 102 pessoas que têm algum parentesco entre si, em 32 núcleos familiares diferentes.

LEIA TAMBÉM

.