Fundeb: Bolsonaro quer tirar dinheiro da educação na pandemia de Covid-19

O Congresso vota nesta terça-feira (21) a renovação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que corre risco de perder dinheiro em plena pandemia de coronavírus.

O Fundeb teve orçamento de R$ 120 bilhões no ano de 2019 e a PEC visa prorrogar a existência desse fundo, bem como aprimorá-lo para o financiamento da educação básica no Brasil.

A proposta do governo é morder uma parte desse recurso, coisa de R$ 8 bilhões, para destinar ao voucher-creche de R$ 250. Cada família cadastrada no “Renda Brasil”, substituto do Bolsa Família.

O objetivo do ministro Paulo Guedes, que irá levar a proposta hoje ao Congresso, é tirar da educação (Fundeb) para não precisar mexer na remuneração dos bancos e especuladores, que continuam felizes recebendo do tesouro o pagamento de juros e amortizações da dívida pública interna.

A pauta de hoje também no Blog do Esmael também prevê discussões sobre:

*Universidade Positivo (demissões e redução de mensalidades)
* Reforma Tributária
* “Nova CPMF” – transações eletrônicas
* Unificação de imposto nova “CBS”
* Fux assume em setembro o STF
* Covid-19 (atualização)