Estátua de Melania Trump é queimada na Eslovênia

Uma estátua de madeira da primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, localizada perto da sua cidade natal, Sevnica, na Eslovênia, foi retirada depois de ter sido incendiada durante o fim de semana do dia da independência dos EUA, informa a agência Reuters.

Brad Downey, um norte-americano que encomendou a estátua, mostrou-se indignado com a situação e procura uma resposta para o sucedido. “Quero saber por que razão fizeram isto”, afirmou Downey.

Downey encomendou a peça a um artista local na esperança de que a estátua fomentasse um diálogo sobre a situação política nos Estados Unidos, isto porque Melania Trump é uma imigrante casada com um presidente que tem feito de tudo para limitar ao máximo a imigração no país.

LEIA TAMBÉM:

PT vai ao STF contra os vetos de Bolsonaro na lei das máscaras

A casa caiu: Toffoli obriga Lava Jato a compartilhar todos os dados com a PGR

URGENTE: STJ concede prisão domiciliar para Fabrício Queiroz

Embora o rosto da estátua fosse tosco e irreconhecível antes do incêndio, a figura foi pintada com um casaco azul claro, semelhante ao que Melania Trump usou na tomada de posse do marido em 2017.

Nos Estados Unidos, movimentos contra o racismo, após o assassinato de George Floyd em Minneapolis, promovem uma onda de protestos com a derrubada de estátuas e monumentos de personalidades históricas vinculadas ao período da escravidão no país.