Doria diz que sem vacina brasileiros não terão festas de ano novo e carnaval

Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (15) no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria (PSDB) se solidarizou com as famílias que perderam “seus entes queridos” e afirmou que comemorações de ano novo e carnaval não serão possíveis sem que antes seja distribuida uma vacina contra a Covid-19.

“O Brasil está prestes a alcançar 2 milhões de infectados. É a maior tragédia desse país em qualquer tempo. Não há nada a celebrar, a comemorar. Não temos de celebrar Ano Novo e Carnaval diante de uma pandemia”, disse o governador.

Doria reafirmou a necessidade de manter as medidas de proteção ao contágio, pois a pandemia não acabou e a quarentena segue vigente em São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro testa positivo em novo exame para Covid-19, diz CNN Brasil

Fla x Flu será transmitido no SBT depois de drible na Globo com ajuda de Bolsonaro

Sérgio Moro teme a visita do “Japonês da Federal” durante o inverno de Curitiba

“Os lugares que descuidaram, aceitaram e mantiveram a realização de aglomerações, pessoas sem máscaras, e que não respeitaram o distanciamento social, sofreram os impactos do coronavírus. Não relaxem. Nós ainda estamos em pandemia”, afirmou.