Cacique Raoni está internado em UTI de um Hospital em Sinop, no Mato Grosso

O cacique Raoni Metuktire, líder da etnia Kayapó, está internado numa Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital em Sinop, Mato Grosso, desde este sábado (18).

Raoni é mundialmente conhecido pela defesa dos povos indígenas e da floresta Amazônica e um forte crítico do governo Bolsonaro.

O cacique está hospitalizado desde quinta-feira (16) e vem apresentando um quadro depressivo desde a morte de sua mulher Bekwyjkà Metuktire que era diabética e sofreu um Acidente Vascular Cerebral. Raoni e Bekwyjkà Metuktire tiveram oito filhos e estavam juntos há pelo menos oito décadas.

O Cacique Raoni vive no Parque Nacional do Xingu, em São José do Xingu, a 931 km de Cuiabá. O indígena foi internado com sintomas de fraqueza e falta de ar, teve complicações gastrointestinais e desidratação.

O Instituto Raoni  informou pelo Twitter que o Cacique teve hemorragia digestiva e anemia.


Com informações do G1.

LEIA TAMBÉM