Weintraub sofre goleada no STF: 9 a 1 para continuar no inquérito das fake news

Deu ruim para o ministro da Educação, Abraham Weintraub, que sofreu uma goleada de 9 votos a 1 no Supremo Tribunal Federal (STF). Os magistrados decidiram manter Weintraub no inquérito que apura ameaças, ofensas e fake news disparadas contra integrantes da corte.

O STF julgou um pedido de habeas corpus impetrado pelo ministro da Justiça, André Mendonça, a favor de Weintraub. Somente o ministro Marco Aurélio votou a favor do recurso, sob a alegação de que o habeas corpus é “ação constitucional voltada a preservar a liberdade de ir e vir do cidadão”.

Os ministros Luiz Fux, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Celso de Mello, Cármen Lúcia, Luís Roberto Barroso e o presidente do STF, Dias Toffoli, acompanharam o entendimento do relator, ministro Edson Fachin, de que não cabe habeas corpus contra decisão de um integrante da corte.

O julgamento foi realizado por meio do plenário virtual do STF, no qual os ministros votam por meio de um sistema eletrônico. No plenário virtual, os ministros têm um prazo de uma semana para votar nos processos. O julgamento do habeas corpus de Weintraub começou no dia 12 e iria até o dia 19.

LEIA TAMBÉM
Gleisi jura que PT faz oposição de verdade a Bolsonaro

Governo da Bahia denuncia invasão de hospital por deputado bolsonarista; assista

https://www.esmaelmorais.com.br/2020/06/genro-de-silvio-santos-vai-gerir-no-ministerio-das-comunicacoes-a-bilionaria-implantacao-do-5g/

[Ao vivo] STF retoma julgamento sobre inquérito das fake news

https://youtu.be/X_L4Aw3rI5E