Secretário de Segurança Pública de São Paulo está com a Covid-19

O secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos, testou positivo para o Coronavírus.

Ele é o segundo integrante do primeiro escalão do governo paulista a contrair o coronavírus. Antes dele, o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, também teve diagnóstico positivo para covid-19, necessitando inclusive de internação.

O general Pires de Campos testou positivo em um teste feito ontem (18). Ele está assintomático, bem disposto e cumprirá o período de isolamento com acompanhamento médico, de acordo com as orientações das autoridades de saúde.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a equipe que trabalha diretamente com o secretário também passa por testes.

Já o secretário de Educação chegou a ocupar um leito de unidade de terapia intensiva (UTI) para tratamento. Mas recebeu alta médica na última quarta-feira (17). Em seu Twitter, Soares diz que estava melhor e que está agora se recuperando em casa.

Com informações da Agência Brasil.

1 milhão de casos de coronavírus no Brasil nesta sexta-feira

O Brasil atingirá nas próximas horas o triste número de 1 milhão de casos confirmados do novo coronavírus. Um ranking que mostra o descaso do governo com a saúde pública e humilha o país perante o mundo. Em diversas partes do planeta, os outra festejados brasileiros não são bem-vindos por causa do relaxo com a pandemia.

Por volta das 8 horas da manhã desta sexta-feira (18), o Brasil tinha 984.315 casos e 47.897 mortes confirmados.

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não tem sido competente para lidar com a infecção em massa de sua população. Após um mês, o Ministério da Saúde continua com um comando precário, interino, fruto da militarização de áreas estratégicas da administração pública.

LEIA TAMBÉM
Partido ultranacionalista russo propõe vender múmia de Lênin para pagar a conta do coronavírus

Coronavírus deixa prefeito de Curitiba entre a cruz e a espada

Deu no New York Times: número de mortos no Brasil por coronavírus é o segundo mais alto do mundo

No mundo, são 8,6 milhões de casos de coronavírus confirmados. Os Estados Unidos “de” Donald Trump seguem na liderança, seguido do Brasil “de” Jair Bolsonaro. Ambos são negacionistas e veem na cloroquina a panaceia para o mal do vírus.

O Brasil atingirá hoje 1 milhão de casos de coronavírus, mas, com a complacência da velha mídia, não se discute um plano sério de combate à pandemia nem para o pós-pandemia. Pelo contrário. Há um acobertamento da tragédia do governo Bolsonaro na economia com a blindagem do ministro Paulo Guedes. É ele quem assegura a transferência do Orçamento e ativos da União para bancos e especuladores, enquanto os jornalões nos distraem com diatribes do presidente, as prisões de Sara Winter e Fabrício Queiroz.

A velha mídia é cúmplice nesses 1 milhão de casos de coronavírus, embora se faça de “anjo” nesse inferno bolsonarista.