[AO VIVO]: Requião fala às 16h sobre o projeto nacional e o movimento dos Antifas

O Blog do Esmael entrevista neste sábado, 6 de junho, o ex-senador Roberto Requião, presidente da Frente Ampla Pela Soberania Nacional. A atração será às 16 horas com transmissão ao vivo para o Brasil e o mundo.

Requião debaterá o projeto de nação alternativo ao neoliberalismo econômico de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes.

O emedebista vai abordar o seu sonho –e do economista Carlos Lessa, morto ontem, por Covid-19– de construir um Brasil para os brasileiros, com desenvolvimento e pleno emprego.

Requião também não se furtará a discutir sobre as manifestações deste domingo, 7, a favor da democracia e contra o fascismo, qual seja, o movimento Antifas.

Acompanhe ao vivo [a partir das 16 horas] e participe do debate.

LEIA TAMBÉM

Justiça proíbe manifestação na Avenida Paulista neste domingo

Bolsonaro ameaça retirar Brasil da OMS

CNN Brasil sai do armário e se assume bolsonarista

Prefeito de Curitiba surta contra velhos e deficientes durante uma live sobre Covid-19

O prefeito de Curitiba Rafael Greca (DEM) surtou contra velhos e deficientes durante uma live sobre o novo coronavírus. O pronunciamento ofensivo aos vulneráveis causou protestos nas redes sociais.

O vídeo que circula nas redes sociais mostra um prefeito nada empático com os mais desamparados da cidade que, inclusive, são protegidos por leis especiais federais.

Greca discorria sobre o número total de passageiros pagantes no sistema de transporte público da capital paranaense quando atacou deficientes e idosos.

“Dado de hoje, 260 mil passageiros pagantes e 17 mil velhos, que não querem ficar em casa, e todo o dia insistem andar de ônibus. E perto de uns 5 mil deficientes, que andam de graça também. Deviam ficar em casa também.”

Talvez o prefeito Greca esteja brabo porque, recentemente, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná, em seu controle preventivo, vetou que o município de Curitiba transferisse uma ajuda estimada em R$ 200 milhões para as empresas concessionárias do transporte público a título de socorro emergencial nesses tempos de Covid-19.

Quanto à agressão aos velhos e deficientes, não esta foi a primeira vez que Rafael Greca arrumou encrenca com os setores mais vulneráveis da sociedade curitibana.

Em setembro de 2016, o então candidato a prefeito afirmou que vomitou quando transportou um pobre em seu carro pela primeira vez.

“Eu nunca cuidei dos pobres, eu não sou São Francisco de Assis. Até porque a primeira vez que tentei carregar um pobre e pôr dentro do meu carro eu vomitei por causa do cheiro”.

Compartilhe agora