Pandemia da Covid-19 “não está nem perto de terminar”, diz diretor-geral da OMS

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta segunda-feira (29) que a pandemia da Covid-19 “não está nem perto de terminar”.

“Todos nós queremos que isso acabe. Todos queremos continuar com nossas vidas. Mas a dura realidade é que isso não está nem perto de terminar. Embora muitos países tenham feito algum progresso globalmente, a pandemia está realmente acelerando”, disse Tedros durante entrevista coletiva na sede da organização em Genebra, na Suíça.

“A maioria das pessoas permanece suscetível, o vírus ainda tem muito espaço para se movimentar”, completou.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro eleva rendimentos da cúpula militar em meio à pandemia de Covid-19

MP pede lockdown no Paraná

Coronavírus: Ibaneis decreta estado de calamidade pública no DF

Caiado defende lockdown de 14 dias em Goiás

Auxílio emergencial e indignação seletiva da Globo

Ontem (28), o mundo ultrapassou a marca de 10 milhões de casos confirmados de Covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus) e 500 mil mortes, segundo levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins.