Irã pede que Interpol prenda Donald Trump e mais 30 funcionários do governo dos EUA

Publicado em 29 junho, 2020

A Justiça do Irã emitiu mandados de prisão contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e mais 30 pessoas de sua administração pelo assassinato do general Qassem Soleimani, em janeiro de 2020.

O governo persa pediu ajuda à Interpol na captura do presidente e dos demais cidadãos americanos. Soleimani foi assassinado em um bombardeio à sua comitiva no Iraque, causando forte tensão mundial.

Ali Alqasimehr, promotor público de Teerã, afirmou que Trump e outros 30 são acusados de “assassinato e terrorismo”, segundo a agência de noticias estatal iraniana IRNA.

O promotor destacou que o Irã pretende continuar o processo após o encerramento do mandato de Trump.

Segundo a rede de notícias Al Jazeera, o promotor iraniano enviou à Interpol uma “notificação vermelha”, de nível mais alto para a instituição, exigindo a busca e apreensão dos indivíduos nomeados.

LEIA TAMBÉM
Agente da CIA responsável por ataque a Soleimani é morto no Afeganistão

Multidão se reúne para funeral do general Soleimani no Irã; filha alerta EUA para “dia sombrio”

“Morte à América!” é o grito dos iraquianos no funeral de Qassem Soleimani

A Interpol, baseada em Lyon, França, ainda não se pronunciou sobre o pedido das autoridades iranianas.

Com informações da Veja e R7.