Impeachment de Bolsonaro reduzia o custo Brasil, diz Valor

O jornal Valor Econômico já enxerga o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como apenas um número negativo, que precisa ser eliminado para não criar um círculo vicioso na economia nacional. Por isso, o ‘impeachment seria solução mais barata e pactuada’ para o Brasil.

O jornalão consorciado com a Globo e a Folha publico entrevista nesta segunda-feira (8) com o economista e cientista político Bruno Wanderley Reis, diretor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Para o entrevistado, é inconsolável o quadro político atual e futuro traçado no âmbito do governo Bolsonaro.

Na entrevista ao Valor, o professor afirma que a “degradação dos marcos de convivência política no país é patente” e que o palco armado de disseminação de notícias falsas – o que ele classifica de “terraplanismo político” – acelera a corrosão do Brasil.

Para Bruno Reis, fato de Bolsonaro sair do “esgoto da política” e chegar à Presidência é prova da falência institucional.

LEIA TAMBÉM

Lula nega entrevista ao Jornal o Globo e explica o porquê

Boletim Focus prevê tombo de 6,48% da economia neste ano

‘Globo faz respiração boca a boca nos cadáveres FHC, Ciro e Marina’, diz Emir Sader

Véio da Havan sugere comprar Olavo de Carvalho por trinta dinheiros

O empresário Luciano Hang, o Véio da Havan, sugeriu que empresários façam uma vaquinha para comprar por 30 dinheiros o apoio do guru e astrólogo Olavo de Carvalho.

Temendo ser xingado novamente pelas redes sociais, Hang disse a vaquinha para arrecadar dinheiro a Olavo seria para ele [astrólogo] ‘continuar lutando pelo Brasil’ desde a Virgínia, onde vive, nos Estados Unidos.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Olavo de Carvalho disse que o Véio da Havan era um “empresário de merda’, que vem para os Estados Unidos “comprar aviãozinho”. Um “palhaço que se veste de Zé Carioca”, atacou.

“Temos que ajudá-lo financeiramente. Está chateado, precisa de mais ajuda para continuar lutando pelo Brasil”, pediu o Véio da Havan para empresários em um grupo de WhatsApp.

Com forte abstinência monetária, o guru do presidente Jair Bolsonaro desferiu palavrões e insultos que até Deus duvida.

“Bolsonaro, o que ele fez para me defender? Bosta nenhuma!”, disparou Olavo de Carvalho.

O astrólogo ainda insultou o presidente da República: “Chega lá, me dá uma condecoraçãozinha… enfia essa condecoração no seu cu”, recomendou.

“Essas multas que esses caras estão cobrando de mim, vão me arruinar totalmente. Como é que eu vou poder sobreviver aqui nos Estados Unidos sem nenhum tostão furado?”, cobrou o guru de Bolsonaro.

Olavo de Carvalho ainda prometeu a Bolsonaro derrubar seu governo.

“Continue covarde e derrubo essa merda de governo”, disse.