Governo Bolsonaro recua e diz que vai divulgar dados da Covid-19 às 18h

O Ministério da Saúde, após mudar o horário de divulgação dos números da Covid-19 no país para as 22h, recuou nesta segunda-feira (8) e afirmou, durante coletiva de imprensa, que vai passar a atualizar o balanço consolidado do dia às 18h. Para isso, a pasta afirmou que os dados de cada Estado deverão ser compilados até as 16h.

Segundo o Ministério da Saúde, os números vão abordar o cenário atual, com análise de casos e mortes por data de ocorrência. Ou seja, mortes ocorridas antes das últimas 24 horas não serão contabilizadas nas atualizações de dados da doença.

A pasta afirmou que a instabilidade apresentada nos últimos dias pelos Painel Coronavírus Covid-19 foi consequência de ataques cibernéticos no sistema do DataSUS, mas que já foram tomadas medidas para evitar os danos ao site.

LEIA TAMBÉM:

Presidente do STF diz que ‘dubiedade’ de Bolsonaro ‘assusta’ sociedade

OMS diz esperar que comunicação do Brasil sobre Covid-19 seja “consistente e transparente”

Secom de Bolsonaro compara boletim da Covid-19 às 22 horas com transmissão de futebol

Além disso, o Ministério da Saúde afirmou que está implantando uma plataforma que possui microdados da Covid-19, atualizados em tempo real por Estados e municípios.

Secretários de Saúde dos estados denunciaram no fim de semana a tentativa do governo de esconder os dados sobre a pandemia do coronavírus no país, incluindo o número de mortos pela doença.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também cobrou uma transparência na trasmissão de dados do governo brasileiro sobre a evolução da Covid-19 no país.