Em nota, PSOL vê ‘expectativa positiva’ na ação contra Bolsonaro no TSE

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, divulgou nota oficial nesta quarta (10) comentando o resultado parcial do julgamento no TSE da ação proposta pelo partido que pede a cassação da chapa Bolsonaro e Mourão.

De acordo com o dirigente psolista, o placar parcial de 3 votos a 2 gerou uma ‘expectativa positiva’ sobre a aprovação da necessária investigação do caso de hackeamento do site “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”. O TSE tem sete ministros, portanto ainda restam 2 votos [Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso].

Juliano Medeiros afirmou na nota que cassação é imprescindível e fundamental porque a chapa Bolsonaro-Mourão iludiu o eleitorado, inclusive os seus próprios apoiadores, ao tentar falsear um apoio que não tinha.

“Em uma eleição cuja a disputa ocorreu com forte peso da internet e redes sociais, é gravíssima e afeta a legitimidade do pleito a tentativa de ludibriar o eleitorado com a mudança de um página com milhões de seguidoras”, diz a nota do PSOL.

Leia a íntegra do documento:

Nota do PSOL sobre a decisão do TSE na ação que pede a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

O resultado parcial apontado pelo Tribunal Superior Eleitoral ontem, 9/6, sobre a ação do PSOL que pede a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão, gerou uma expectativa positiva sobre a aprovação da necessária investigação do caso de hackeamento do site “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”.

Argumentamos, com todo o respeito, que se o relator entende como essencial a prova da autoria para a caracterização do abuso pela chapa Bolsonaro-Mourão, então deveria ter deferido a realização da coleta de provas, a perícia do hackeamento, pela Polícia Federal, como pediu o PSOL pelo menos quatro vezes ao longo do processo.

Em uma eleição cuja a disputa ocorreu com forte peso da internet e redes sociais, é gravíssima e afeta a legitimidade do pleito a tentativa de ludibriar o eleitorado com a mudança de um página com milhões de seguidoras.

Levando-se em conta o efeito multiplicador, isso representaria algo em torno de 5% a 7% do eleitorado nacional, que foram influenciados e agredidos no seus direito de participação cidadã e eleitoral. A chapa Bolsonaro-Mourão iludiu o eleitorado, inclusive os seus próprios apoiadores, ao tentar falsear um apoio que não tinha.

A investigação apropriada do episódio é imprescindível e fundamental para que, finalmente, se esclareça e puna os responsáveis pelo crime cometido.

Juliano Medeiros, presidente nacional do PSOL

LEIA TAMBÉM
Por 3 votos a 2, TSE pode reabrir investigações policiais contra Bolsonaro

[AO VIVO]: Fim da eleição para reitor nas universidades federais. Que fazer?

Margarida Salomão contesta MP de Bolsonaro que interfere na eleição de reitores das universidades federais

Bolsonaro acaba com eleição direta para reitores de universidades federais

Movimentos organizam Virada Cultural de 24h pelo ‘Fora Bolsonaro’

Diversos movimentos e coletivos em defesa da democracia e de oposição ao presidente Jair Bolsonaro preparam uma “Virada Cultural” de 24 horas, reforçando a continuidade das mobilizações antifascistas no país.

A Virada Cultural, com 24 horas de shows e declarações virtuais contra o autoritarismo, terá também projeções de frases em monumentos e prédios em defesa da democracia.

Os protestos virtuais pretendem reunir um amplo leque de setores que se mobilizam contra as ameaças à democracia conduzidas pelo governo Bolsonaro.

Bolsonaro acaba com eleição direta para reitores de universidades federais

No último fim de semana, protestos nas ruas de 20 capitais e em diversas cidades do país defenderam o “Fora Bolsonaro”, mobilizando milhares de pessoas.

*Com informações de Mônica Bergamo na Folha