Casa do presidente Jair Bolsonaro é alvo de busca da polícia no Rio

Uma das casas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Rio foi alvo de busca e apreensão Ministério Público, que cumpriu mandado na manhã desta quinta-feira (18) no âmbito do Caso Queiroz.

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), após 1 ano e sete meses, foi preso hoje em um sítio de Atibaia (SP). Ele estava escondido na propriedade do advogado do Zero Um, Frederick Wasseff.

Já o imóvel que foi alvo do MP do Rio, consta na relação de bens do presidente Jair Bolsonaro em Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio. O local foi utilizado como comitê eleitoral de Bolsonaro, em 2018, na corrida presidencial.

Policiais deixaram o local com sacolas e objetos, mas não revelaram o conteúdo da apreensão.

Especificamente, o mandado de busca e apreensão era contra Alessandra Esteve Martins, que morava no imóvel de propriedade do presidente da República. Ela era da equipe de Flávio Bolsonaro e, segundo o MP, teria repassado R$ 19 mil para Queiroz.

Tudo sobre o caso Queiroz