Cantora gospel Fabiana Anastácio morre por complicações do coronavírus

A cantora Fabiana Anastácio morreu na manhã desta quinta-feira (4) após lutar contra a covid-19. A notícia foi confirmada na página oficial da artista, que era conhecida por suas obras no gênero gospel.

Felipe Anastácio, irmão da cantora, em post do Instagram, também confirmou a morte por coronavírus. “Deus decidiu levar, nossa irmã e segunda mãe (Fabiana Anastácio Nascimento) para os seus braços. Obrigado a todos pelas orações”, escreveu.

Fabiana estava internada há cerca de uma semana, na UTI de um hospital de São Paulo. Uma vaquinha online estabelecida pela família chegou a arrecadar R$ 15 mil para ajudar no tratamento.

O estado de saúde da artista vinha sendo atualizado em seu perfil oficial no Instagram. Último post publicado na quarta-feira (3), informava que a cantora continuava em quadro geral estável na UTI, mas tinha dificuldades para respirar.

LEIA TAMBÉM
Brasil bate novo recorde com 1.349 mortes por Coronavírus nesta quarta-feira 03/06

Weintraub deve cair do MEC e depoimento do ministro à PF é mantido pelo STF

Tacla Duran rebate ex-ministro Sérgio Moro sobre propina na Lava Jato

“Lembrando que essa dificuldade tem haver com o seu peso, ou seja, a recuperação toda tem tendência de ser mais lenta por causa disso”, informou a assessoria da cantora.

Anastácio nasceu em uma família religiosa em Santo André (SP). Após passar a infância e adolescência cantando em corais nas igrejas onde o pai ministrava, ela foi filmada durante um culto e o vídeo ganhou projeção no YouTube.

Anastácio lançou o primeiro disco em 2012, intitulado “Adorador”. “Adorador 2 – Além da Canção” (2015) e “Adorador 3 – Além das Circunstâncias” (2017) se seguiram.

No final de maio, antes de ser internada por causa do coronavírus, a cantora chegou a realizar uma transmissão ao vivo para os fãs. Anastácio era casada com o pastor Rubens Nascimento, e tinha três filhos.