São Paulo terá ‘mega feriadão’ de cinco dias para aumentar isolamento social

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou em sessão plenária virtual, realizada nesta segunda-feira (18), o projeto de lei enviado pelo executivo que prevê a antecipação dos dois últimos feriados municipais de 2020 (Corpus Christi e Consciência Negra) para aumentar o índice de isolamento social na capital, que atravessa uma fase de expansão da pandemia do novo coronavírus.

Com a aprovação do projeto pelo parlamento municipal, os feriados paulistanos passam para a quarta (20) e a quinta-feira (21). Haverá ponto facultativo na sexta-feira (22).

O governador João Doria (PSDB) também encaminhou à Assembleia Legislativa de São Paulo um projeto de lei para a antecipação do feriado do dia 9 de Julho (Dia da Revolução Constitucionalista de 1932) para o dia 25 de maio.

LEIA TAMBÉM:

TRF-3 rejeita denúncia da Lava Jato contra Lula e Frei Chico por unanimidade

Inep admite adiar o Enem; estudantes esperam decisão com ansiedade

Entidades da sociedade civil alertam para o ‘genocídio de pobres’ durante a pandemia

“É mais uma forma que a prefeitura e o governoe estadual encontraram para ampliar o isolamento e não deixar que todo mundo fique doente ao mesmo tempo”, declarou o prefeito Bruno Covas (PSDB), durante uma entrevista coletiva das autoridades paulistas.