Ricardo-Salles

PV protocola pedido de impeachment de Ricardo Salles

O Partido Verde (PV) protocolou nesta segunda-feira (25) um pedido de impeachment do ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles. Além disso, o partido apresentou ações para impedir os intentos nefastos do titular da pasta, que sugeriu aproveitar a pandemia do coronavírus para mudar as regras de controle ambiental.

Dentre as medidas apresentadas está um requerimento de convocação, apresentado pelo deputado Israel Batista (PV/DF), acompanhado por Enrico Misassi (PV/SP), Célio Studart (PV/CE) e Leandre (PV/PR) da bancada, para que o ministro preste esclarecimentos na Câmara dos Deputados. O Deputado Célio Studart protocolou notícia-crime, contra Salles, na Procuradoria-Geral da República.

“Eu acho que o Meio Ambiente é mais difícil de passar qualquer mudança infra legal porque tudo que a gente faz é pau no Judiciário, então, pra isso precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de Covid e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas”, sugeriu Salles na reunião ministerial de 22 de abril.

LEIA TAMBÉM:

Flávio Dino pede demissão de Weintraub do MEC

Em nota, Bolsonaro diz que não interferiu na PF e que acredita no arquivamento de inquérito

Empresa indenizará Dilma em R$ 60 mil após chamá-la de burra em publicidade

Segundo o INPE, em abril – durante a pandemia, os alertas de desmatamento da Amazônia registraram aumento de 63,75% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em relação a março de 2020, o aumento foi de 24,2%.

Um dos autores do pedido de impeachment, deputado federal Professor Israel Batista (PV-DF) afirma que “Salles é a raposa cuidando do galinheiro. É um negacionista do aquecimento global. É anti-índio, antifloresta, antipreservação e antiministro. Que fique bem claro: não vai passar nenhum único boizinho da boiada dele!”, em referência ao pronunciamento