Prefeitura do Rio bloqueia mais sete pontos da cidade para evitar expansão do coronavírus

A prefeitura do Rio de Janeiro inicia hoje (13) o bloqueio parcial de mais sete pontos da cidade. Com isso, sobem para 13 as áreas que terão restrições à circulação de veículos e pedestres, para evitar a expansão do novo coronavírus, que provoca a covid-19. Essas regiões ficarão cercadas por grades pelo menos até o próximo dia 18.

O acesso será permitido apenas a moradores, além de funcionários e clientes de mercados, farmácias e agências bancárias. O controle será feito por guardas municipais e policiais militares.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro, na ‘defensiva’, entrega ao Supremo os exames de coronavírus

Câmara pode votar hoje projeto que obriga uso de máscaras em todo o País

Povos indígenas buscam se isolar com aumento de casos de coronavírus na Amazônia

Há uma semana, a prefeitura bloqueou o calçadão de Campo Grande. Dias depois, foi a vez do calçadão de Bangu. Ontem (12) a prefeitura bloqueou os centros comerciais de Madureira, Santa Cruz, Grajaú e Cascadura. Na manhã de hoje (13), foram bloqueadas a avenida Dias da Cruz, no Méier, a região central da avenida Sargento de Milícias, na Pavuna, e o entorno da Praça Saens Peña, na Tijuca.

À tarde serão bloqueadas regiões nos centros comerciais de Freguesia, Taquara, Guaratiba e Realengo.

Com informações da Agência Brasil

Brasil bate novo recorde com 881 mortes por Coronavírus em 12/05

O ministério da Saúde divulgou o balanço da epidemia de Coronavírus no Brasil com um novo recorde de mortes totalizadas em 881 nas últimas 24 horas.

Os números consolidados do Coronavírus no Brasil em 12/05 são:

-12.400 mortes;

-881 novos óbitos registrados em 24 horas;

-177.589 casos confirmados;

-9.258 casos registrados em 24 horas.

Veja o balanço por Estado: