Mário Frias nega que foi nomeado por Bolsonaro e Paulo Cintura corre por fora

Publicado em 21 maio, 2020

É intensa a movimentação nos bastidores de Brasília para a escolha do novo titular para Secretaria Especial de Cultura do governo federal. O ator Mário frias, mais cotado até o momento, publicou nas redes sociais, nesta quinta-feira (21), que ainda não foi nomeado pelo presidente Bolsonaro.

O ator, ex-galã do seriado Malhação, esclareceu que a mídia vem apontando ele como titular do cargo, mas que tudo depende da decisão final do presidente Jair Bolsonaro.

“Quero esclarecer que estão divulgando algumas notas na imprensa dizendo que eu já assumi a Secretaria de Cultura. Isso não é verdade. O que aconteceu foi que eu tive a oportunidade passar esses dois últimos dias junto com o presidente Jair Bolsonaro, que já me enche de orgulho e esperança. Existe essa possibilidade real, mas só quem pode divulgar e assinar é o presidente”, escreveu.

Ver essa foto no Instagram

Obrigado por todas as mensagens enviadas. Deus abençoe a todos nós.

Uma publicação compartilhada por Mario Frias (@mariofriasoficial) em

Já o fisiculturista e humorista Paulo Cintura, ex-escolinha do Professor Raimundo, corre por fora. Cintura é lembrado para o cargo por bolsonaristas nas redes de WhatsApp de apoio ao presidente.

LEIA TAMBÉM:

Mário Frias, ex-galã de Malhação, ‘disputa’ com Paulo Cintura nomeação para Secretaria de Cultura

Caixa bloqueia auxílio de R$ 600 de trabalhadores até o fim do mês

Bolsonaristas não cansam de passar vergonha com a Cloroquina; assista

Além disso, seguidores de Olavo de Carvalho exigem a nomeação de um quadro fechado com a extrema-direita bolsonarista.