Lewandowski decide liberar a publicação dos exames de Bolsonaro para a Covid-19

Ricardo Lewandowski, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quarta-feira (13) que devem ser tornados públicos os exames feitos pelo presidente Jair Bolsonaro para testagem do novo coronavírus.

Segundo o colunista Fausto Macedo, do Estadão, a decisão foi expedida após ação impetrada pelo jornal. “Determino a juntada aos autos eletrônicos de todos os laudos e documentos entregues pela União em meu Gabinete, aos quais se dará ampla publicidade”, decidiu Lewandowski.

A Advocacia-Geral da União (AGU) entregou na última terça-feira (12) os exames e, nesta quarta, voltou à Corte para entregar ao Supremo um terceiro teste realizado pelo chefe de Estado.

LEIA TAMBÉM:

Rachadinhas: STJ nega pela 10ª vez pedido de Flávio Bolsonaro para ‘melar’ investigação

Haddad: em meio a crise e pandemia Bolsonaro só se preocupa com sua ‘família de delinquentes’

Rosângela Moro é exonerada de cargo no programa ‘Pátria Voluntária’

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, derrubou uma liminar que determinava a entrega dos exames de Bolsonaro. Na última segunda-feira (11), o Estadão apresentou uma reclamação ao STF alegando que a decisão “interrompeu a livre circulação de ideias e versões dos fatos, bloqueou a fiscalização dos atos dos agentes públicos pela imprensa e asfixiou a liberdade informativa” do periódico.