Fora Bolsonaro: Juristas pela Democracia realizam ato em Brasília nesta quarta

“Em defesa da vida, da democracia e da Constituição” são os eixos do ato organizado pela Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), Advogados pela Democracia, Justiça e Cidadania (ADJC) e pelos Advogados Públicos pela Democracia (APD) nesta tarde de quarta-feira (13), às 17h, em Brasília.

“Já perdemos mais de 12 mil vidas e nossa democracia respira por aparelhos. Realizamos este ato, no momento em que o país e o mundo passam pelo maior desafio da nossa geração, para exigir respeito à Constituição, à democracia e aos direitos humanos, prioritariamente, ao elementar direito à vida”, alerta Maria Clara Loula, professora de direito e diretora da Associação de Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia.

Na condição de juristas, e defensores dos direitos humanos e da democracia, os organizadores do protesto afirmam que “chegou a hora de demonstrarmos nossa indignação! Basta! Os ataques à Democracia e à vida nos impelem ao ato em Defesa da Vida, da Democracia e da Constituição. De acordo com os representantes das entidades, “será um ato presencial e silencioso, em respeito ao nosso luto, e que apoie e cobre do Supremo Tribunal Federal e do Congresso Nacional a efetiva atuação que lhes compete nesse grave momento”.

LEIA TAMBÉM:

Lewandowski decide liberar a publicação dos exames de Bolsonaro para a Covid-19

Rachadinhas: STJ nega pela 10ª vez pedido de Flávio Bolsonaro para ‘melar’ investigação

Lula diz o Brasil está “completamente desgovernado“ com Bolsonaro; assista

As entidades recomendam que os manifestantes compareçam de preto, levem uma vela e um exemplar da Constituição Federal, fiquem a dois metros de distância uns dos outros e mantenham silêncio em respeito às vítimas da pandemia de Covid-19.