Esculachado por Bolsonaro, Doria se diz ‘atônito’ com nível do presidente

Publicado em 22 maio, 2020

Em vídeo da reunião ministerial realizada no Palácio do Planalto em 22 de abril liberado pelo STF, o presidente Jair Bolsonaro xingou o governador de São Paulo, João Doria, de “bosta” ao comentar as medidas de isolamento social adotadas em São Paulo. No Twitter, Doria afirmou que o Brasil está “atônito com o nível” da reunião.

“Lamentável exemplo em meio a maior crise de saúde da história do país e diante de milhares de vítimas. “O Brasil está atônito com o nível da reunião ministerial. Palavrões, ofensas e ataques a governadores, prefeitos, parlamentares e ministros do Supremo, demonstram descaso com a democracia, desprezo pela nação e agressões à institucionalidade da Presidência da República”, escreveu Doria.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro desafia STF: ‘Só se fosse um rato para entregar o telefone’

Bolsonaro xinga Doria de ‘bosta’ e Witzel de ‘estrume’ em vídeo liberado pelo STF; assista

Thomas Conti lista crimes de Bolsonaro e ministros na reunião

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, autorizou, nesta tarde de sexta-feira (22), a quebra do sigilo do conteúdo. O diálogo da reunião ministerial foi indicado pelo ex-ministro Sergio Moro como prova das tentativas de interferência do presidente da República na Polícia Federal.