Esculachado por Bolsonaro, Doria se diz ‘atônito’ com nível do presidente

Em vídeo da reunião ministerial realizada no Palácio do Planalto em 22 de abril liberado pelo STF, o presidente Jair Bolsonaro xingou o governador de São Paulo, João Doria, de “bosta” ao comentar as medidas de isolamento social adotadas em São Paulo. No Twitter, Doria afirmou que o Brasil está “atônito com o nível” da reunião.

“Lamentável exemplo em meio a maior crise de saúde da história do país e diante de milhares de vítimas. “O Brasil está atônito com o nível da reunião ministerial. Palavrões, ofensas e ataques a governadores, prefeitos, parlamentares e ministros do Supremo, demonstram descaso com a democracia, desprezo pela nação e agressões à institucionalidade da Presidência da República”, escreveu Doria.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro desafia STF: ‘Só se fosse um rato para entregar o telefone’

Bolsonaro xinga Doria de ‘bosta’ e Witzel de ‘estrume’ em vídeo liberado pelo STF; assista

Thomas Conti lista crimes de Bolsonaro e ministros na reunião

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, autorizou, nesta tarde de sexta-feira (22), a quebra do sigilo do conteúdo. O diálogo da reunião ministerial foi indicado pelo ex-ministro Sergio Moro como prova das tentativas de interferência do presidente da República na Polícia Federal.