Enem: Inep comunica adiamento por 30 ou 60 dias; inscrições até sexta, 22

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) comunicou nesta quarta-feira (20) o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devido às dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus.

O Inep, responsável pela aplicação da prova, comunicou que as datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que estava previsto no edital. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira (22).

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, tentou manter o calendário das provas, mas foi derrotado por uma ampla mobilização da comunidade educacional e de diversos segmentos políticos e sociais que defendem o adiamento do Enem 2020.

LEIA TAMBÉM:

Brasil tem 18.859 mortos e 291.579 casos confirmados de Coronavírus em 20/05

URGENTE: Governo cede e anuncia adiamento do Enem

PSOL denuncia Weintraub à Comissão de Ética da Presidência por usar servidores do MEC como advogados particulares

Veja a nota do Inep:

“Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação do exame nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio”.