Brasil tem 18.859 mortos e 291.579 casos confirmados de Coronavírus em 20/05

Publicado em 20 maio, 2020

Balanço do ministério da Saúde aponta que nesta quarta-feira (20) o Brasil atingiu o número de 18.859 mortos por Coronavírus, 888 computados nas últimas 24 horas.

Os principais números oficiais são:

  • 291.579 diagnosticados com COVID-19;
  • 156.037 em acompanhamento (53,5%);
  • 116.683 recuperados* (40,0%);
  • 18.859 óbitos (6,5%);
  • 888 óbitos computados nas últimas 24 horas;
  • 3.483 óbitos em investigação;

O Brasil confirmou nesta quarta-feira (20) que 116.683 pessoas já se recuperaram do coronavírus em todo o país. Nas últimas 24h, 9.889 pessoas se recuperaram da doença. O número representa 40% do total de casos confirmados atualmente (291.579).

Há ainda 156.037 pacientes em tratamento. As informações foram atualizadas até as 19h e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde.

Chama a atenção o fato do ministério estar divulgando o balanço começando pelos casos de paciente recuperados. Mas 40% é muito baixo. Significa que 60% ainda convalescem.

Com informações do ministério da Saúde

Recorde de mortes por Coronavírus no Brasil é destaque na mídia inglesa

O portal da Rede BBC de Comunicação deu destaque ao recorde de mortes registrado no Brasil por causa do Coronavírus. A manchete diz que o Brasil atingiu o patamar de mil mortes diárias pela primeira vez.

O país ultrapassou a barreira das 1.000 mortes em 24h no balanço de ontem. O número de casos confirmados também foi um recorde para o intervalo de um dia.

Os principais números do balanço de ontem do ministério da Saúde são:

  • 17.971 mortes;
  • 1.179 mortes registradas nas últimas 24 horas;
  • 271.628 casos confirmados;
  • 17.408 casos registrados em 24 horas.

A matéria da BBC (em inglês) também destaca o comportamento irresponsável de Bolsonaro que subestima o potencial letal da doença, mesmo com a escalada das mortes.

LEIA TAMBÉM:
Câmara dos Deputados aprova uso obrigatório de máscara em todo país

Notícias ao vivo do Coronavírus: pesquisa derrota Bolsonaro

“Tem alguma coisa de podre no reino do Brasil”, diz editorial do Le Monde sobre governo Bolsonaro

Veja o balanço por Estado:

Bolsonaro diz que general fica ‘por muito tempo’ no Ministério da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quarta-feira (20) que o general Eduardo Pazuello, que responde de forma interina pelo Ministério da Saúde, ficará “por muito tempo” à frente da pasta.

“Ele [Pazuello] vai ficar por muito tempo esse que tá lá. Não vai mudar não. Ele é um bom gestor, vai ter uma equipe boa de médicos abaixo dele”, disse Bolsonaro ao conversar com profissionais de limpeza urbana que trabalhavam em um trevo próximo ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

LEIA TAMBÉM:
General Pazuello ‘militariza’ o Ministério da Saúde

Os militares já tomaram o poder, segundo Globo

Regina Duarte ‘termina’ com Bolsonaro e deixa governo

O general Pazuello, que não tem nenhuma formação na área de saúde, está como ministro da Saúde de forma interina desde a semana passada, quando Nelson Teich pediu demissão.

Com informações do G1.