Bolsonaro revoga nomeação de ‘olavista’ Dante Mantovani na Funarte

O presidente Jair Bolsonaro tornou sem efeito o ato do chefe da Casa Civil, general Braga Netto, que renomeou Dante Mantovani para a presidência da Funarte. A informação é da jornalista Eliane Cantanhêde, do jornal O Estado de São Paulo.

Mantovani havia sido afastado do cargo logo após a posse de Regina Duarte na Secretaria Especial da Cultura. Segundo a jornalista, Bolsonaro atendeu a pressões internas e externas para tentar evitar mais um desgaste político na imagem do governo.

A nomeação do olavista Dante Mantovani para presidente da Funarte foi publicada nesta terça-feira (5) no Diário Oficial da União (DOU).

LEIA TAMBÉM:

Brasil soma 7.921 óbitos e 114.715 casos confirmados de Coronavírus em 05/05

Após vazamento de depoimento de Moro, STF autoriza oitiva dos ministros Heleno, Braga Netto e Ramos

Coronavírus: Baladas privês e turbinadas continuam em Jurerê Internacional

A ex-atriz global enfrenta um pesado patrulhamento dos grupos bolsonaristas na Secretaria da Cultura e nos bastidores do governo sua possível demissão é falada abertamente.

Nesta quarta (6), Regina Duarte, que se encontra em Brasília, espera conversar com Bolsonaro.