Bolsonaro publica trecho de vídeo em que defende armar povo contra ‘ditadura’

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou hoje (23) em suas redes sociais um trecho do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril em que defende armar o povo para “impedir uma ditadura no País”.

“Como se começa uma ditadura? Desarmando o povo. O bem maior do homem? Sua liberdade”, escreveu o presidente no Facebook, acrescentando que o trecho do vídeo “tem ‘palavrões’”.

No vídeo, Bolsonaro cobra do então ministro da Justiça, Sérgio Moro, e do ministro da Defesa, Fernando de Azevedo e Silva, o armamento da população.

“Por isso que eu quero, ministro da Justiça e ministro da Defesa, que o povo se arme! Que é a garantia que não vai um filho da puta aparecer pra impor uma ditadura aqui! Que é fácil impor uma ditadura! Facílimo! Um bosta de um prefeito faz uma bosta de um decreto, algema, e deixa todo mundo dentro de casa. Se estivesse armado, ia para a rua”, afirma o presidente.

LEIA TAMBÉM:
O vídeo animou os 30% dos bolsonaristas, segundo Cappelli

Velha mídia se diz escandalizada com as entranhas do bolsonarismo

Partidos de oposição avaliam que vídeo destruiu a legitimidade do governo Bolsonaro

O vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril foi liberado ontem (22) pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal. Ele é o relator do inquérito na Corte que investiga suposta intervenção política de Bolsonaro na Polícia Federal.

Assista: