Bolsonaro: “Não vou esperar f**** minha família ou amigos”; assista

Publicado em 22 maio, 2020

O trecho a seguir, da reunião ministerial de 22 de abril, é tido como prova de que Bolsonaro estava tentando interferir na Polícia Federal para livrar familiares e amigos de investigações.

Ele teve o cuidado de dizer “segurança lá na ponta”, mas no contexto fica claro que ele estava falando da Polícia Federal. Ele fala: “Eu tenho uma PF que não me dá informação…”

Assista:

Ou seja, Bolsonaro queria trocar o superintendente da Polícia Federal do Rio de Janeiro. Moro foi contra e Bolsonaro ignorou. Moro foi cúmplice até deixar o governo e, sabendo que havia crime, saiu atirando. Mas o ex-juiz do Paraná também pode ser responsabilizado.

LEIA TAMBÉM
Liberação do vídeo que pode derrubar Bolsonaro quebra a internet

Bolsonaristas dizem que nota de Heleno é a senha para a intervenção militar no STF

Flávio Dino vê ameaça ao STF na nota do general Heleno