Após o ‘vexame’ de Regina Duarte na CNN, assessora de imprensa é exonerada

Após o vexame de Regina Duarte em uma entrevista à CNN Brasil na semana passada, a equipe da Secretaria Especial da Cultura sofreu mais uma baixa. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o “chilique” da atriz, que se negou a responder questionamentos de Maitê Proença sobre a ausência de políticas públicas para o setor cultural, provocou a demissão de Renata Giraldi, assessora de imprensa.

Ainda de acordo com a publicação, Renata era responsável pelas demandas da imprensa de Regina Duarte e a exoneração foi confirmada pelo Ministério do Turismo, pasta à qual a Secretaria Especial da Cultura está vinculada.

LEIA TAMBÉM:

Governo Bolsonaro incentiva desemprego em plena pandemia de Covid-19

No vídeo, Bolsonaro reclama que é o último a ficar sabendo

Coronavírus: Brasil chega a 13.993 mortes e ultrapassa 200 mil casos em 14/05

A condução de Regina Duarte é um desastre na Secretaria da Cultura, sem planos, projetos e completamente envolvida na guerra sem quartel entre grupos de extremistas de direita e religiosos fundamentalistas que pululam em torno dos órgãos culturais do governo.