Alcolumbre cancela recesso parlamentar de julho devido à crise do coronavírus

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), decidiu nesta segunda-feira (18) que não haverá o recesso parlamentar de julho previsto pela Constituição em razão da crise do coronavírus.

A posição foi definida em reunião realizada por videoconferência entre Alcolumbre e os líderes partidários.

LEIA TAMBÉM:
Chefe da OMS contesta Bolsonaro: maioria da população não tem anticorpos contra covid-19

Confusão criada por Bolsonaro na crise do coronavírus é inigualável no planeta, destaca imprensa francesa

Mandetta desmente Bolsonaro e diz que cloroquina ‘mata’

A assessoria de Alcolumbre esclareceu que o ato do senador foi no exercício da presidência do Congresso, ou seja, contempla não só o Senado, mas também a Câmara dos Deputados.

A Constituição prevê a pausa dos trabalhos do Legislativo entre os dias 17 e 31 de julho, desde que tenha sido votado o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).