Velha mídia apresenta Mourão como “solução” para a crise Bolsonaro

Publicado em 3 abril, 2020

O impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), seja no Congresso ou no TSE, já está em gestação e caminha a galope.

A velha mídia como sempre apresenta seu palpite, aos gostos de seus fregueses e interesses econômicos.

A revista IstoÉ, por exemplo, pede na capa deste fim de semana a “solução” Mourão para estancar a crise na economia e na pandemia do coronavírus.

Balela. O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) ou qualquer outro “coxinha” neoliberal seria incapaz de conduzir Brasil na travessia do Rubicão.

LEIA TAMBÉM
Datafolha: Bolsonaro mais atrapalha do que ajuda no combate ao coronavírus

Mandetta já é mais popular que Moro no governo

Maioria no Brasil é contra a política econômica de Bolsonaro e Guedes, diz pesquisa XP Ipespe

Renan Calheiros propõe TSE como via para cassar Jair Bolsonaro

O distinto público já engoliu uma capa idêntica da “QuantoÉ” e dos demais veículos da mídia corporativa. Vide o golpe de 2016. A “solução” Temer foi o início da desgraça neoliberal, amplificada por Bolsonaro e Paulo Guedes.

Não se trata de trocar Bolsonaro por Mourão, ou por Rodrigo Maia, e manter o “bolsonarismo” na economia. Eles são incapazes de resolver os problemas da nação sob o olhar dos banqueiros e da burguesia paulistana.

É preciso, nesse momento, que o povo seja ouvido nas urnas. Por isso é fundamental que haja eleição para presidente da República, já.