Toffoli fala e diz que ‘não há solução fora da democracia’


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, após um silêncio de quase 24 horas, enfim se pronunciou sobre a participação do presidente Jair Bolsonaro em uma manifestação, em Brasília no domingo, a favor da intervenção militar e pelo fechamento do Congresso Nacional e do STF.

“O STF tem sido a todo momento chamado exatamente para ser guarda desses objetivos e princípios. Não é possível admitir qualquer outra solução que não seja dentro da institucionalidade, do Estado Democrático de Direito, da democracia e desses objetivos que estão na Constituição”, disse o ministro durante reunião em que recebeu o texto do “Pacto pela vida e pelo Brasil” de entidades como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

LEIA TAMBÉM:

Ratinho foi o único do Sul a não assinar a Carta em Defesa da Democracia

Lula, Gleisi e Haddad dizem que chegou a hora do “Fora, Bolsonaro!”

Basta! Chega! Fora Bolsonaro!

“As seis entidades têm no DNA o conhecimento do quão nefasto é o autoritarismo, do quão nefastos são os fundamentalismo, do quão nefasto é o ataque às instituições e à democracia. Neste momento é bom sempre relembrar a importância que essas seis instituições tiveram na redemocratização do país”, declarou Dias Toffoli.