STJ nega 9° recurso de Flávio Bolsonaro contra investigação das “rachadinhas”

O ministro Félix Fischer do Superior Tribunal de Justila (STJ) negou, nesta sexta-feira (17), o pedido de habeas corpus feito pelo senador Flávio Bolsonaro para congelar as investigações sobre o esquema de ‘rachadinha’ no escândalo Bolsonaro-Queiroz.

O senador alegou quebra de sigilo fiscal e bancário pelo antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre suas movimentações atípicas.

Mas o Ministério Público do Rio de Janeiro refutou o argumento: “O presente recurso não possui nenhuma lógica ou fundamentação jurídica dotada de razoabilidade”, afirmou o MPRJ.

LEIA TAMBÉM
Justiça do Rio retoma investigação contra Flávio Bolsonaro

Flávio Bolsonaro tenta mais um vez parar a investigação das “rachadinhas”

AGU de Bolsonaro recorre para que CPF volte a ser exigido no auxílio de R$ 600

Esta é a nona vez que Flávio tenta parar as investigações sobre esse esquema. Seria isso um sinal de culpa? Medo do que seria descoberto?

O filho do presidente é acusado de se apropriar de parte do salário de assessores num esquema chamado de “rachadinha”, além de lavagem de dinheiro.

Com informações do G1.