MP da Carteira Verde Amarela é um atraso para o Brasil, diz presidente da Força Sindical

O presidente da Força Sindical, Miguel Torres, falou nesta quinta-feira (16) sobre a tramitação da Medida Provisória 905 (Carteira Verde Amarela) no Congresso Nacional.

Para Miguel Torres, a Medida Provisória é um atraso para o desenvolvimento do Brasil e só traz prejuízos aos trabalhadores. Ele orientou que em cada estado os sindicalistas conversem com os senadores para barrar a proposta.

LEIA TAMBÉM:
Covid-19: EUA têm 22 milhões de demissões em quatro semanas

Auxílio Emergencial: Não precisa mais de regularizar CPF para receber benefício R$ 600 em todo país

PT condena Trump por suspender contribuição financeira à OMS

Aprovada nesta quarta-feira (15) pela Câmara dos Deputados, a MP 905 seguiu para o Senado, onde também será votada.

O presidente da Força Sindical falou também sobre a solidariedade com as pessoas mais carentes, ainda mais neste momento de pandemia do Covid-19. Conclamou o movimento sindical para contribuir com a arrecadação de alimentos, tendo em vista que o auxílio emergência, proposto pelas centrais sindicais e aprovado pelo Congresso e sancionado pelo Executivo ainda não chegou aos que mais necessitam.

Assista ao vídeo: