Médico bolsonarista contrário ao isolamento morreu de Covid-19

O médico cirurgião plástico Élio César Marson, de 52 anos, foi a a 21ª vítima do Coronavírus no Estado do Rio Grande do Norte.

Segundo a Revista Fórum, Marson fez o teste do coronavírus em 29 de março e o resultado saiu em 3 de abril. Ele estava internado em um hospital particular de Mossoró desde o dia 1º.

Antes de saber da doença, o médico pregava o fim do isolamento social nas redes sociais; além postar ataques ao ex-presidente Lula, ao PT e de apoiar Bolsonaro.

Em postagem no dia 25 de março, quatro dias antes de saber que estava com coronavírus, ele compartilhou uma publicação apontando que somente idosos deveriam ficar em casa, e que adultos deveriam voltar ao trabalho. A postagem ainda continha a hashtag #BolsonaroTáCerto.

LEIA TAMBÉM
Caiu na rede: “Minha Casa, Minha Vida” em tempos de Bolsonaro

Negacionistas dos EUA também fazem manifestações contra isolamento na pandemia

Punição para quem furar a quarentena tem 79% de apoio, diz Datafolha

Médica bolsonarista que desdenhou da pandemia morre de Covid-19
Morreu na última sexta-feira (10) Lúcia Dantas Abrantes. Ela era médica e estava internada na UTI do Hospital de Iguatu, no Ceará.

Lúcia estava internada desde o início de abril e foi diagnosticada com o Coronavírus. As primeiras informações são de que o filho dela também está com sintomas da Covid-19.

O mais trágico dessa notícia é que Lucia desdenhou dos riscos da doença e defendia o fim do isolamento social.

André Borges compartilhou pelo Twitter algumas das postagens da médica e comentou: “Cuidem-se, fiquem em casa, ninguém terá mais razão que Darwin nessa pandemia!”

Com informações da Revista Fórum