Lula defende impedimento de Bolsonaro para barrar volta da ditadura

Ditadura assassina
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reagiu, neste domingo (19), nas redes sociais defendendo a adoção dos mecanismos democráticos para impedir o golpismo de Jair Bolsonaro. O chefe do executivo participou de ato em Brasília que pedia o AI-5, o fechamento do Congresso e do STF.

“A mesma Constituição que permite que um presidente seja eleito democraticamente têm mecanismos para impedir que ele conduza o país ao esfacelamento da democracia e a um genocídio da população”, apontou Lula no Twitter.

LEIA TAMBÉM:

Gilmar Mendes e Barroso, do STF, criticam Bolsonaro por defesa de golpe contra a democracia

20 governadores divulgam ‘Carta Aberta em Defesa da Democracia’

Bolsonaro participa de manifestação em frente ao Quartel Geral de Brasília; assista

Neste domingo, bolsonaristas promoveram manifestações em diversas cidades do país em que pediram o fim da quarentena, a intervenção militar e um novo AI-5, com o fechamento do Congresso e o STF.