‘Isolamento social é para evitar o caos’, diz presidente da OAB

Felipe Santa Cruz, presidente da OAB, elogia transparência de Witzel e cutuca obscurantismo de Bolsonaro (sem citá-lo nominalmente).
O presidente nacional do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, pelo Twitter, disse nesta terça-feira (14) que o isolamento social tem o objetivo de evitar o caos. Ele também aproveitou para elogiar a transparência de Witzel, que divulgou o exame positivo da Covid-19, e cutucar o presidente Jair Bolsonaro.

“A gente está em isolamento social, não para evitar a pandemia, mas para evitar o caos”, afirmou.

O presidente da OAB avalia que o isolamento social está segurando o caos no País.

“Aí algumas pessoas, desconfiadas da ausência de um cenário ainda mais caótico, começam a questionar a necessidade, justamente, daquilo que está segurando o caos”, estranhou.

O presidente da OAB também elogiou a transparência do governador Rio, Wilson Witzel, que divulgou em vídeo hoje que deu positivo seu exame para Covid-19.

“Importante a transparência com que divulgou o resultado de seu exame”, elogiou Santa Cruz. “Além do interesse público inegável, contribui na educação sobre os riscos de contaminação, ainda por muitos menosprezados”, declarou.

O recado velado foi para o presidente da República, Jair Bolsonaro, que tem adotado a linha do negacionismo acerca da letalidade do vírus. Felipe Santa Cruz, no entanto, não citou nominalmente o nome de Bolsonaro.

Além de Witzel, o governador do Pará, Helder Barbalho, trouxe a público que foi infectado pelo coronavírus.

LEIA TAMBÉM
TJPR libera praia na pandemia da COVID-19

Governadores do Pará e do Rio testam positivo para coronavírus; assista

Moro se recusa a ‘prender o vírus’ da Covid-19

Vídeo de Gilmar Mendes, do STF, sobre COVID-19, dá ‘dor de barriga’ nos bolsominions; assista
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, uma das vozes lúcidas da corte, publicou um vídeo no domingo (12) que ainda vem causando ‘dor de barriga’ na militância bolsonarista.

“A letalidade da COVID-19 custou a vida de milhares pessoas no mundo todo e também no Brasil”, alerta o magistrado do STF.

Sem citar o nome do presidente Jair Bolsonaro e o nome do medicamente, no vídeo Gilmar esclarece que não cloroquina que resolva o coronavírus.

“Não há remédio efetivo, senão o isolamento social”, disse.

A recomendação para que todos fiquem em casa também causou a fúria dos bolsonaristas.

“Procuremos ficar em casa. Sigamos as orientações do OMS e do Ministério da Saúde”, exortou o ministro do Supremo.

Assista ao vídeo de Gilmar: