Frota teve salário penhorado para pagar advogados de Jean Wyllys


O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), batedor oficial de Doria no clã Bolsonaro, diz que teve R$, 6,6 mil descontado de seu soldo por decisão da juíza Grace Correa Pereira, da 9ª Vara Cível de Brasília.

A magistrada aceitou o pedido da defesa Jean Wyllys para que parte do salário de Frota fosse penhorado para quitar honorários advocatícios do ex-deputado pelo PSOL.

“Já foi descontado obedecendo a justiça, menos um problema. Vamos seguir a vida”, disse o parlamentar tucano.

Frota promover contra Jean Wyllys uma série de notícias falsas na internet.

LEIA TAMBÉM:

Doria critica carreatas e diz que bolsonaristas “são aliados da doença”

Brasil tem 36.599 casos confirmados e 2.352 mortes por Coronavírus em 18/04

Bolsonaro participa de manifestação contra o isolamento em Brasília; assista

O deputado tucano chegou a dizer que Wyllys apoiava a pedofilia em uma delas. A Justiça deu ganho de causa ao ex-deputado, e Frota foi condenado a pagar a ele indenização por danos morais.