Escritor e compositor Aldir Blanc está com a Covid-19

O escritor e compositor Aldir Blanc está com o Coronavírus. O resultado do exame saiu nesta quarta-feira (22), segundo a família do artista.

No dia 10 deste mês, Aldir Blanc deu entrada com quadro de infecção generalizada na Coordenação de Emergência Regional (CER) no Leblon, Rio de Janeiro.

Cinco dias depois, na quarta-feira (15), o compositor foi transferido para o Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, Zona Norte.

O estado de saúde de Blanc segue grave, mas é considerado estável e com pequenas melhoras. O compositor está sem febre, segundo informou a assessoria do artista.

LEIA TAMBÉM
Fora Bolsonaro: Ayres Britto afirma que há bases legais para impeachment

É possível votar o impeachment de Bolsonaro em plenário virtual do Congresso

Ministro da Secretaria de Governo quer que a imprensa publique “notícias boas”; assista

A esposa de Aldir Blanc, Mari, foi internada na noite de terça-feira (21) na Casa de Saúde São João de Deus, em Santa Teresa, na Região Central, também com sintomas de coronavírus.

Aldir Blanc Mendes formou-se em Medicina, especializando-se em Psiquiatria. Em 1973, abandonou a Medicina, passando a se dedicar exclusivamente à música.

Notabilizou-se como letrista a partir de suas parcerias com João Bosco, criando músicas como Bala com Bala, O Mestre-Sala dos Mares, De Frente Pro Crime e Caça à Raposa.

Uma de suas canções mais conhecidas, em parceria com João Bosco, é O Bêbado e a Equilibrista, lançada em 1979, que se tornou um hino contra a ditadura militar, também tendo sido gravada por Elis Regina.

Em um de seus versos, “sonha com a volta do irmão do Henfil”, faz-se referência ao cartunista Henrique de Sousa Filho, o qual na época tinha um irmão, o sociólogo Betinho, em exílio político no exterior.

Com informações do G1 e Wikipédia.