Bolsonaro diz que ‘talvez’ tenha sido contaminado pelo coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) admitiu nesta quinta-feira (30) que “talvez” tenha sido contaminado pelo novo coronavírus.

“Eu talvez já tenha pegado esse vírus no passado, talvez, talvez, e nem senti”, declarou Bolsonaro em entrevista à Rádio Guaíba, de Porto Alegre.

O presidente já realizou dois testes para saber se foi contaminado pela doença — em 12 e 17 de março — e divulgou que os resultados foram negativos, mas tem se recusado a apresentá-los.

LEIA TAMBÉM:
PT lança vídeo pelo ‘Fora Bolsonaro’ com narrativa da Covid-19; assista

Militares se recusam a apertar mão de Bolsonaro, que esconde resultado do exame para Covid-19

Coronavírus: Brasil tem 5.901 mortes e 85.380 casos confirmados

Na última segunda-feira (27), o jornal O Estado de S. Paulo conseguiu na Justiça Federal o direito de ter acesso a todos os exames de coronavírus feitos por Bolsonaro. A Advocacia-Geral da União (AGU) enviou à Justiça um relatório médico de 18 de março no qual atesta que o presidente se encontra “assintomático” e teve resultado negativo para Covid-19, mas não enviou a cópia dos exames.

A juíza federal Ana Lúcia Petri Betto, responsável pelo caso, não aceitou o relatório e deu nesta quinta-feira 48 horas para que os exames sejam entregues.

Em postagem no Twitter, a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT), comentou sobre a declaração de Bolsonaro.

“Obrigado a mostrar exame médico sobre Covid 19, Bolsonaro começa a afirmar que talvez tenha sido contaminado. Sacana, irresponsável, reuniu com pessoas, passeou por Brasília, afrontou a saúde pública. Por isso não está nem aí com as mortes. Atuou para matar gente. Criminoso”, escreveu a dirigente petista na rede social.