Ao vivo: Bolsonaro recuou na crise do coronavírus; e agora?

Publicado em 1 abril, 2020

Murilo Hidalgo, presidente da Paraná Pesquisas, analisa o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro em 31 de março de 2020.

O presidente Bolsonaro recuou ao reconhecer a letalidade do coronavírus e pediu união de setores para combater o inimigo comum.

Na prática, qual o impacto dessa autocrítica presidencial?

Quanto essa pandemia pode corroer da popularidade de Bolsonaro?

O isolamento político –não o social—é o pior veneno para os detentores de mandato eletivo?

A questão central é: o recuo de Bolsonaro desmobiliza o movimento de impeachment?

Esses e outros assuntos serão debatidos ao vivo.