Alcolumbre prorroga CPMI das Fake News e bolsonaristas surtam nas redes sociais


O Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, determinou, na quarta-feira (22), a prorrogação dos prazos regimentais da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News durante a pandemia do coronavírus.

A decisão de Alcolumbre é uma resposta favorável ao pedido do senador Angelo Coronel (PSD-BA), presidente da CPMI.

Dessa forma, a comissão, que já havia prorrogado os seus trabalhos por mais 180 dias, agora tem prolongado as suas atividades, destaca o jornal Folha de São Paulo. A nova data passa a contar somente quando o Congresso Nacional retomar a normalidade dos trabalhos.

Nas redes sociais, grupos bolsonaristas continuam com fortes ataques ao trabalho da CPMI das Fake News, estimulados pelo chamado “gabinete do ódio” – objeto de investigação dos parlamentares da comissão.

LEIA TAMBÉM:

Joice Hasselmann lança ‘Moro presidente em 2022’

“É preciso começar o ‘fora, Bolsonaro’”, defende ex-presidente Lula

Sérgio Moro está de saída do governo Bolsonaro após ingerência na Polícia Federal

No momento, apenas o plenário do Senado está realizando votações de forma virtual. Todas as comissões permanentes da Casa estão com os trabalhos suspensos.