Sanders vai para o ‘tudo ou nada’ com Biden no debate de domingo

Compartilhe agora

Sanders e Biden têm debate neste domingo (15).
É inegável a virada de Joe Biden nas primárias do Partido Democrata. Nesta terça-feira (10) ele sagrou-se vencedor em ao menos quatro estados: Michigan, Missouri, Mississippi e Idaho. Em uma das unidades dos Estados Unidos –Washington– ainda não tem a apuração dos votos concluída por causa do fuso horário.

Com o apoio de Barack Obama, de quem foi vice, Biden mostrou força ontem com eleitores da classe trabalhadora e negros, que são vitais para ganhar a indicação democrata.

A primária democrata está polarizada nas duas candidaturas, pois os demais pretendentes desistiram ao longo da semana.

O senador Bernie Sanders disse em uma entrevista coletiva em Vermont na tarde de quarta-feira, após confirmar sua vitória em Dakota do Norte, que permanecerá na corrida e planeja aparecer no debate democrata contra Biden no domingo (15). Pela sua fala, ele deve ir para o ‘tudo ou nada’ com Biden.

LEIA TAMBÉM
Biden ganha em 3 estados, mas Sanders ainda luta pela candidatura democrata

Reverendo Jesse Jackson declara apoio a Bernie Sanders

Elizabeth Warren desiste de disputa Democrata à presidência

Sanders reconhece a “pequena” vantagem de seu oponente, porém promete avançar com sua campanha presidencial pelo menos o tempo suficiente para debater Joe Biden neste fim de semana.

“Enquanto nossa campanha venceu o debate ideológico, estamos perdendo o debate sobre a elegibilidade”, reconheceu Sanders. Segundo ele, sua campanha já obteve uma vitória geracional porque conseguiu tocar o coração dos mais jovens.

Sanders deu spoiler sobre como pressionará Biden por respostas sobre milhões de americanos que não têm seguro de saúde, um sistema de justiça criminal que, segundo ele, visa punir injustamente minorias. Ele também quer saber a opinião do adversário acerca do aumento do salário mínimo federal.

“Hoje, digo ao establishment democrata, para vencer no futuro, você precisa ganhar os eleitores que representam o futuro do nosso país”, disse Sanders, de 78 anos. “E você deve falar sobre os assuntos que lhes interessam. Você não pode simplesmente ficar satisfeito conquistando os votos de pessoas mais velhas.”

Com informações da Associated Press.