Reverendo Jesse Jackson declara apoio a Bernie Sanders

Compartilhe agora

Bernie Sanders faz oração com Reverendo Jesse Jackson Sir, líder de direitos civis e ex-candidato à Presidência da República nos EUA.
O líder dos direitos civis e ex-candidato à presidência Rev. Jesse Jackson Sr., neste domingo (8), declarou apoio ao senador Bernie Sanders pela indicação presidencial democrata.

“Com exceção dos americanos nativos, os afro-americanos são as pessoas que estão mais atrasadas social e economicamente nos Estados Unidos e nossas necessidades não são moderadas. Pessoas que estão muito atrasadas não conseguem escolher o caminho mais moderado. O caminho nos dá a melhor chance de nos atualizarmos, e o senador Bernie Sanders representa o caminho mais progressista. É por isso que escolho apoiá-lo hoje “, afirmou Jackson em comunicado.

“A campanha de Biden não me alcançou ou pediu meu apoio”, acrescentou. “A campanha Sanders respondeu e eles responderam às questões que levantei.”

“Hoje é um dia especial para a nossa campanha. O Rev. Jesse Jackson é uma das figuras mais transformadoras da história americana moderna e um herói meu. É uma das honras da minha vida ter o apoio dele”, retribuiu o senador Bernie Sanders.

A campanha de Sanders disse que Jackson planeja falar ao lado do senador em um evento em Grand Rapids, Michigan, no domingo. O estado realizará sua primária democrata na terça-feira – um estado-chave para o ex-vice-presidente Joe Biden e o senador de Vermont.

Jackson, um antigo líder dos direitos civis e clérigo, lançou campanhas pela indicação presidencial democrata em 1983 e 1987. Ele venceu o Michigan durante sua candidatura à presidência em 1988, quando ainda era um caucus.

Em uma entrevista no domingo com Jake Tapper, da CNN, sobre “State of the Union”, Sanders disse estar “orgulhoso” do apoio e elogiou Jackson como “um dos grandes líderes de direitos civis em nosso país”.

LEIA TAMBÉM
Bernie Sanders tentará na terça recuperar a dianteira nas primárias do Partido Democrata

Bernie Sanders vai vencer primárias do Partido Democrata, diz pesquisa da The Economist

Bolsonaro quer acabar com o SUS; Bernie Sanders propõe criação de um SUS

“O que o Rev. Jackson entende é que temos que agir agressivamente para acabar com todas as formas de racismo neste país e precisamos de uma agenda econômica que atenda às necessidades dos trabalhadores, não apenas da classe bilionária”, disse ele. “Eu acho que com o Rev. Jackson – acho que tivemos um grande impulso em nossa campanha”.

Jackson disse que a campanha de Sanders fez uma série de compromissos com ele, incluindo o senador pressionando pelo direito de votar em uma emenda constitucional no Congresso, apoiando um imposto sobre a riqueza e alocando US$ 50 bilhões em faculdades e universidades historicamente negras. Ele também disse que Sanders se comprometeu a nomear uma mulher afro-americana para a Suprema Corte e a endossar uma solução de dois estados no Oriente Médio.

Além disso, Jackson também citou o apoio de Sanders a um plano de assistência médica de um pagador como um fator chave para seu endosso.

O relacionamento entre Sanders e Jackson remonta a 1988, quando o então prefeito de Burlington, Bernie Sanders, endossou Jesse Jackson como presidente do comitê presidencial democrático de Burlington.

Sanders, em um discurso de cinco minutos na época, elogiou Jackson como “um candidato a presidente que fez mais do que qualquer outro candidato em memória da vida para reunir os desprivilegiados”, “um candidato que está criando uma coalizão histórica de trabalhadores”, de pessoas pobres, de mulheres, de minorias, de estudantes, de agricultores, de defensores da paz, de ambientalistas “e” um homem que realizou a campanha política mais corajosa e empolgante da história moderna de nossa nação”.
Sanders ainda fala sobre seu apoio à candidatura presidencial de Jackson em 1988 na campanha.

“Tenho orgulho de lhe dizer que em 1988, há muito tempo, eu fui uma das poucas autoridades eleitas brancas que fui prefeito da cidade de Burlington que endossou Jessie Jackson, que o levou a Vermont e vencemos Vermont por Jessie Jackson”, disse Sanders à multidão.

Com informações da CNN