Regina Duarte leva ‘pito’ de general Ramos

Compartilhe agora


O general Luiz Ramos, ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, criticou Regina Duarte, responsável pela pasta da cultura, após a atriz citar em entrevista ao programa Fantástico da Rede Globo, no domingo (8), o termo “facções”, em referência a grupos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Nesta segunda-feira (9) no Twitter, o general Ramos afirmou que “o uso do termo ‘facção’, sem nomear seus supostos integrantes, dá a entender que há divisões inexistentes e inaceitáveis” no governo.

Segundo o ministro, “o presidente valoriza a Cultura, que deve se espelhar na família tradicional e nos princípios cristãos”.

“São seus ministros e secretários que devem se moldar aos princípios publicamente defendidos pelo Presidente da República, não o contrário. […] Devemos trabalhar todos pelo mesmo objetivo, seguindo a orientação político-ideológica do nosso Presidente e defendendo os valores e convicções do povo brasileiro”, escreveu.

Na entrevista concedida ao repórter Ernesto Paglia, a atriz Regina Duarte disse também que Camargo [Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares] é “uma pessoa que é um ativista, mais que um gestor público”.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro cogita cancelar atos do dia 15 de março

‘Guedes é guarda-chuva de camelô: não resiste à tempestade’, diz cientista político

15 de março é a ‘tábua de salvação’ para Bolsonaro, diz dono da Parana Pesquisas

Ao longo da semana, a ex-atriz global foi alvo de um ataque organizado pelas redes sociais bolsonaristas por ter demitido 12 olavistas que ocupavam diversos postos na Secretaria de Cultura.